BLOG DA RECHEIO


#Hashtag no Facebook: o que mudou?

Thursday/20, June 2013


Agregadoras de opinião:

Os atos que estão ocorrendo pelo Brasil e pelo mundo são ótimas maneiras de exemplificar como podemos alinhar uma discussão a partir das hashtags. Ao clicar ou digitar uma tag na barra de busca, você verá uma seleção de conteúdo relacionado ao assunto com pessoas próximas a você. Isso significa que os usuários podem mobilizar-se através dela tanto para organização e leitura de conteúdo quanto para de fato tomar ações sobre o que está ocorrendo em localidades próximas.
Mais do que isso, as hashtags também servem para quem quer pesquisar sobre o que gosta. Não somente para organizar-se e informar-se, utilize a hashtag como agregador de conteúdo sobre aquilo que você adora, como por exemplo, a banda #RollingStones. Vale dizer que o conteúdo encontrado abrange usuários com postagens públicas, grupos abertos e páginas.


Focando agora em campanhas de mídias sociais, as hashtags podem conglobar as ações de marcas. As redes Twitter, Instagram e Google+ também utilizam os mecanismos de filtros pelas tags, o que significa a unificação de uma ação em todas as redes. Ou seja, será mais fácil agregar conteúdo gerado pelos clientes da marca, além de tornar o trabalho de monitoramento mais simples e organizado, além de efetivar mais o trabalho do SAC 2.0: supondo que pessoas busquem informações sobre certas marcas ou empresas pela hashtag, é importante que os atendentes online estejam a postos para responder e dar satisfações aos clientes, trabalhando o gerenciamento de imagem da marca.
Como usar:
Não coloque o nome da marca ou empresa em todas as postagens da página. Isso gera uma enxurrada da marca quando a tag é clicada, a própria marca ocupará toda a linha do tempo da hashtag. Utilizar a hashtag com o nome da empresa, produto e marca, portanto, devem ser inseridos esporadicamente no conteúdo postado, evitando a poluição de dados.
As hashtags são interessantes principalmente no uso de ações pontuais. Supomos que com o lançamento de um novo comercial ou aplicativo, utiliza-se uma hashtag para separar esse conteúdo dos demais, além de permitir que as pessoas façam comentários específicos sobre tais ações, além poder contribuir com conteúdo, dependendo do tipo de campanha.

Como não usar:
Poluir a timeline com várias hashtags é um erro e causa uma dispersão de assunto. Tenha certeza de que as hashtags que você coloca tem a ver com o que está sendo postado. Além de atrapalhar o desenvolvimento de sua própria campanha, você estará poluindo dados alheios.

 

Agora é só se aventurar pelas #hashtags 🙂

 

 


Esse artigo foi escrito por Recheio Agência de Conteúdo. Veja Quem Faz. .







voltar