BLOG DA RECHEIO


Se não viralizou não valeu… será?

Sunday/11, March 2012


Nem uma noite bem dormida de sono faz o Social Media esquecer a frase do cliente dita na última reunião: “Quero que isso viralize. Vamos fazer bombar a ideia?” Em frente ao armarinho do espelho do banheiro, pasmo, pega o creme dental de dentro que o insistente cliente o alcança: “Quero um milhão de views e sucesso em vendas, hein?!”.

Esse roteiro ainda é cotidiano de muitos profissionais de marketing digital. O lado bom é que todo mundo agora quer estar nas mídias sociais. O lado ruim é que todo mundo acha que entende delas. O lado bom é que estão começando a valorizar mais a área. O lado ruim é que estão querendo resultados imediatos em vendas.

Prós e contras à parte, o que acaba acontecendo?  Todo mundo quer ter todo mundo, ou seja, a maioria visa resultados a partir do número de views, cliques no post, likes no Facebook etc.

 

 

Audiência X Influência 

Pois então. Vamos pegar uma marca de produtos de beleza como exemplo. Para realizar sorteio dos seus produtos através da audiência de blogs posso até selecionar blogueiras de beleza ultra-mega-blaster acessadas que fazem inúmeras promoções e sorteio de brindes #LUXO em seus espaços, mas será mesmo que elas têm audiência fiel em seus blogs? São influentes entre seus leitores? Têm o perfil da sua marca ou só estão participando da sua ação por terem muitos readers no Google? É preciso refletir bem para evitar perda de tempo ou a sua marca atrelada à palavra #FAIL nos trending topics do Twitter, como ocorreu há alguns meses com a Melissa, por exemplo.

Caso não tenha entendido ainda do que estou falando, resumiria tudo isso em uma frase: audiência não é influência. Mesmo a expressão seeding já tem por definição o lance de ser de grão em grão a conquista do seu público nas redes (e nada diferente disso). Se quer cliques imediatos invista em mídia, em compra de mailling para e-mail marketing etc.

 Mensurando

As métricas tradicionais de audiência de mídias não se aplicam às de influência, sociabilidade ou engajamento possíveis nas mídias digitais. Há inúmeras ações já feitas demonstrando que nem sempre os usuários com maior números de amigos são os que mais trazem audiência para a sua marca. NodeXL, um software gratuito para análise de redes sociais, pode mostrar isso a você!

Para concluir o texto-quase-manifesto da Analista de Mídias Sociais aqui, só tenho algo a dizer para quem vai tirar a virgindade da sua marca nas mídias sociais: pense bem ou acabe ouvindo a voz dos experientes que recém largaram o andador.


Esse artigo foi escrito por Luisa Alves. Veja Quem Faz. .







voltar